Mamoplastia redutora e mastopexia - Com ou sem próteses de silicone?



A Mamoplastia Redutora é a cirurgia realizada para aquelas que desejam diminuir as mamas, corrigindo a ptose (queda) quando necessário.
A Mastopexia é a cirurgia realizada para corrigir a ptose (queda) mamária.

Hoje em dia está muito na moda a colocação de próteses de silicone em cirurgias de mamoplastia e mastopexia. A prótese torna o formato das mamas operadas mais arredondado e dá um aspecto de rigidez no tecido, que é o que muitas buscam.
Entretanto, se você não tem a intenção de aumentar o volume das suas mamas, meu conselho é: não coloque próteses. E aí vão os motivos.

1)    Há aqueles que propõem, eu quero reduzir, mas então vamos reduzir mais do que o desejado e colocar uma prótese pois sua mama ficará mais bonita. Em parte é verdade, digamos, no primeiro ano após a cirurgia. Por que?
Porque se você já tem mamas e em especial um pouco de excesso de pele, esse tecido vai se movimentar ao longo dos anos, sim, mamoplastia não é vacina contra nova queda, a mama operada também sofre efeito da gravidade e da movimentação, e depois de um tempo volta a cair.
Portanto, se você tem tecido mamário,
- as próteses colocadas abaixo do músculo (submusculares) não sairão do lugar mas o tecido da sua mama vai voltar a cair devagar após 1 a 5 anos, variando com o tipo de pele e os hábitos, gerando o que chamamos efeito dupla bolha!  
A prótese gera um volume no local onde foi deixada, mas a mama, com a ação do tempo, “desce” , fazendo parecer que você tem duas mamas.

- As próteses colocadas em cima do músculo (subglandulares), movimentam-se juntamente com o tecido mamário existente, pesando sobre esse tecido e promovendo uma ptose (queda)  mais rapidamente do que nas mamas operadas sem a prótese.

2)    Da mesmíssima forma acontece com as mastopexias. Lembrando que a mastopexia não reduz o volume das mamas, e às vezes elas até aparentam maiores depois da cirurgia.

Portanto, mamoplastia redutora ou mastopexia com próteses  te trará um bom resultado por curto tempo (1 ano, com sorte 2), posteriormente te levará pra nova cirurgia mais cedo do que necessário. Fora os riscos das próteses- encapsulamento, seromas, muito raramente tumores, e a necessidade de troca a cada 10-15 anos.

Se  você não deseja mamas maiores do que as que você tem, o melhor é realizar apenas a cirurgia SEM a colocação dos implantes.
Leia mais no site: www.lenalapertosa.com.br

Tire sempre suas dúvidas com um cirurgião plástico especialista! – Consulte no site  oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
http://www2.cirurgiaplastica.org.br/


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre a HARMONIZAÇÃO FACIAL- por que tenho restrições:

LIPOASPIRAÇÃO TEM RISCO?? Em resposta às queridas pacientes e ex pacientes.